terça-feira, 14 de outubro de 2008

Tempos difíceis - a crise nos Estados Unidos já tem faces

O Washington Post dá faces à crise económica e financeira no país no trabalho "Hard Times".



O jornalista Travis Fox percorreu os Estados Unidos para ver como é que os norte-americanos estão a lidar com a situação.

» Sugestão do leitor Ricardo Silva: Meltdown on the Message Boards, alguns comentários de pessoas que sentem a crise na pele, recolhidos pela nova publicação online The Daily Beast.

segunda-feira, 23 de junho de 2008

Amor cão

Mais uma sugestão, outra vez em português: Amor Cão, um trabalho multimédia de Helena Teixeira da Silva, Joana Bourgard e Miguel Conde Coutinho.



É uma reportagem que acompanha o dia-a-dia de um prostituto de rua do Porto e foi publicada no Jornal de Notícias.

segunda-feira, 16 de junho de 2008

As novas oportunidades

No canal de notícias do Sapo pode ser visto um trabalho multimédia sobre o programa Novas Oportunidades, da autoria da jornalista Vera Moutinho.



Só tenho pena de não ficar a conhecer melhor as histórias de Lídia Batista e de Alexandrina Taveira.

terça-feira, 27 de maio de 2008

No mundo da Lua

The Boy in the Moon é um trabalho do jornal canadiano Globe and Mail, publicado em três partes, sobre o modo como o jornalista Ian Brown – e a sua família – lidam com a doença do seu filho Walker, que sofre de Síndrome Cardio-Facio-Cutânea, uma doença genética rara.



A história é contada na primeira pessoa em vídeo, fotografia, áudio e texto. E é daquelas histórias que não conseguimos parar de ver desde que carregamos no botão de início.

terça-feira, 20 de maio de 2008

O legado de Chernobil

Vinte e dois anos após o desastre nuclear de Chernobil, o fotógrafo da Magnum Paul Fusco testemunhou os efeitos do pesadelo nas vidas das pessoas que nem sequer tinham nascido em 1986.



As fotografias de Chernobyl Legacy foram também publicadas em livro.

quinta-feira, 15 de maio de 2008

"Careless Detention", ou como os EUA tratam os imigrantes ilegais

O Washington Post publicou um trabalho multimédia sobre a assistência médica prestada aos imigrantes ilegais detidos nos Estados Unidos.



Entre outras coisas, a reportagem revela que muitos imigrantes ilegais são injectados com substâncias psicotrópicas perigosas, contra a sua vontade, antes de serem enviados para o país de origem.

No site do Washington Post há também um link para um trabalho feito em conjunto com o programa 60 Minutes, da CBS, sobre o mesmo tema. Aqui fica um dos parágrafos do texto principal:

«Now, a Washington Post investigation, joined by 60 Minutes correspondent Scott Pelley, has found evidence that immigrants are suffering from neglect and some don't survive detention in America.»

quarta-feira, 14 de maio de 2008

Os segundos que mudaram vidas para sempre

Na manhã do dia 14 de Dezembro de 1961, um comboio de passageiros chocou contra um autocarro escolar numa pequena cidade do estado norte-americano do Colorado, matando 20 crianças.



Uma das crianças que sobreviveu ao acidente é hoje motorista de um autocarro escolar e recorda os segundos que puseram fim a muitas vidas e que mudaram outras para sempre.

O jornalista Kevin Vaughan e o fotojornalista Chris Schneider, do Rocky Mountain News, reconstituíram toda a história num excelente trabalho multimédia com 33 capítulos.

segunda-feira, 12 de maio de 2008

Webby para documentário sobre a vida depois do furacão Katrina

Da lista de vencedores dos Webby Awards deste ano, destaque para a MediaStorm, que venceu na secção Online Film & Video (categoria News & Politics: Individual Episode) com o documentário Finding the Way Home: Two Years After Katrina.



Lista dos vencedores da 12ª edição dos Webby Awards.

No ano passado, após ter recebido o seu primeiro Webby (na categoria Magazine), o presidente da empresa, Brian Storm, deixou algumas ideias interessantes numa entrevista à Level 3.

quinta-feira, 8 de maio de 2008

Amigos para sempre

"Friends for Life" conta a história de Arden Peters, 90 anos, e Warren DeWitt, 76 anos, que se conheceram um dia num Wal-Mart.



Peters tentava arranjar forças para viver enquanto cuidava da sua mulher - uma doente de Alzheimer e Parkinson que viria a falecer poucos meses depois; e DeWitt nunca se casara.

"Friends for Life" é uma comovente história sobre o amor, a amizade e o envelhecimento, extraída do documentário "Aging in America: The Years Ahead", produzido por Ed Kashi e Julie Winokur.

quarta-feira, 7 de maio de 2008

Vídeo na Web não é televisão

O editorial deste mês do Digital Journalist elenca as regras da utilização de vídeo nos sites dos jornais.



A primeira dessas regras deveria ser repetida até à exaustão em todas as redacções:

YOU ARE NOT IN THE TELEVISION BUSINESS

TV news has been around for a long time. Most of your audience can't remember a time when it wasn't. They are all TV critics. They have been watching professional TV news all their lives. They know what is good and what is bad. Unfortunately, most newspaper publishers and editors don't have a clue. TV is a business that involves a lot of people. There are reporters, editors, producers, and camerapeople. They all are focused on "hitting" the schedule with their stories at 6 p.m. every day. These stories on the average run 45 seconds. A TV cameraperson can "turn" three or four stories a day, because he or she hands off the raw tape to a producer who takes it to an editor to complete.

Newspaper photographers on the average have a much less strenuous schedule. On the average, they will do one or two stories a day.

Now, they are being asked to do multitasking, shooting both stills and video. The good news is they can. But it is going to take much more time.

terça-feira, 6 de maio de 2008

Mais multimédia e menos tinta?

O jornalista Steve Lohr, do New York Times, escreve sobre o possível fim dos jornais em papel e a sua passagem para a Web. Dá conta da experiência do The Capital Times - um jornal fundado há 90 anos em Madison, no estado norte-americano do Wisconsin -, que em Abril fechou a edição em papel e agora só poder ser lido na Net. Nota ainda que mais de metade das receitas de publicidade do International Data Group (com títulos como Computerworld, InfoWorld, PC World e Macworld) já provêem do negócio online.



Aaron Pressman, da Business Week, considera que a realidade do International Data Group é diferente da dos principais jornais e não acredita que a Web seja a melhor solução para todos.

Seja como for, a verdade é que os responsáveis do The Capital Times contrataram sete pessoas, todas para a secção multimédia.

segunda-feira, 5 de maio de 2008

Os números também têm palavras e imagens

O jornal Democrat and Chronicle, de Rochester (Nova Iorque), quis conhecer as pessoas que as notícias costumam esconder atrás dos números.



Neste trabalho vemos as imagens e ouvimos as palavras de familiares e amigos das vítimas de homicídio na região de Rochester em 2007.

quinta-feira, 1 de maio de 2008

On Being... Eddie

Um leitor quis partilhar connosco o projecto On Being, do Washington Post, que vai um pouco ao encontro do já aqui comentado SixBillionOthers.

O que me move no multimédia não é apenas a possibilidade técnica de juntar áudio, imagem (fixa e em movimento) e texto; é também usar essa possibilidade para apresentar ao mundo seres humanos como Edward Fahnbulleh.


Os vídeos de On Being estão disponíveis para iPod, PSP e telemóveis e nos formatos WMV, DivX e MP3

Lembrei-me também de outro magnífico trabalho multimédia que o Washington Post publicou há dois anos - Being a Black Man.

segunda-feira, 28 de abril de 2008

Spike Lee quer fazer um filme com as coisas que você grava no telemóvel

O cineasta Spike Lee juntou-se à Nokia para realizar um filme a partir de material gravado com telemóveis. Quem quiser participar neste projecto pode enviar vídeos, fotografias, sons ou texto para o site nokiaproductions até ao dia 21 de Agosto.



O filme - que tem como mote a música e a sua relação com o ser humano - terá três actos. Depois do anúncio do tema de cada acto (o primeiro, já em curso, é "o nascimento"), quem quiser participar tem quatro semanas para enviar o(s) seu(s) trabalho(s). De todo o material recebido em cada fase, a Nokia escolherá 25, que serão reduzidos a dez após uma votação online. Destes dez, o próprio Spike Lee escolherá o seu preferido. No final, o realizador norte-americano terá em mãos três trabalhos captados com telemóveis para fazer um filme.